Gestão de Redes Sociais para as Empresas

HomeMarketing DigitalGestão de Redes Sociais para as Empresas
social media

Gestão de Redes Sociais para as Empresas

Gestão de Redes Sociais Para as Empresas

 

Neste artigo, vamos partilhar consigo algumas reflexões sobre a importância da Gestão de Redes Sociais, em particular nas empresas. Como é que esta pode aumentar vendas, o que é “bom conteúdo” e quais as melhores redes para a sua empresa?

Faz bem relembrar algumas noções antes de entrar em questões mais específicas. Em primeiro lugar, a Gestão de Redes Sociais deve, sempre, estar enquadrada com a estratégia de marketing da empresa. Uma boa estratégia de marketing digital, seja ela mais focada em Redes Sociais, motores de pesquisa ou mesmo sites ou plataformas, deve transmitir a essência da marca e orientar-se através de objetivos e metas bem identificados. Ademais, estamos a viver um momento em que o impacto das Redes Sociais nunca foi tão forte e óbvio e, se poderíamos nunca o imaginar, hoje Redes Sociais como o Facebook, Instagram ou até o WhatsApp possibilitam a venda direta nas suas plataformas e são uma oportunidade real para o aumento do volume de contatos e negócios de qualquer negócio.

Redes Sociais para Empresas. -Foto1

(Com uma simples imagem de um ovo, o Instagram mudou totalmente e a publicação que conta agora com mais de 52 milhões de gostos esteve bastante tempo sem revelar quem é o seu proprietário. Neste momento, já não existe apenas uma imagem, mas sim cinco, quatro delas com o ovo já com algumas rachas, levantando a ideia de que está prestes a abrir.
Foi por isso que a agência de marketing Jerry Media tentou vender o espaço do conteúdo surpresa que acabou por sair após o evento Super Bowl. O espaço deste conteúdo tornou-se cada vez mais apelativo para as mais diversas marcas. Tendo este sido um fenómeno viral, e que podia muito bem o voltar a ser quando o ovo finalmente se abrisse, não é difícil imaginar que o espaço possa valer bastante dinheiro.
A conta Egg Gang foi criada por um publicitário de 29 anos, Chris Godfrey. “Um ovo não tem género, raça ou religião. Um ovo é um ovo, é universal”, disse ao jornal “The New York Times“. O ovo, que tem o recorde de mais gostos do Instagram, faz parte de uma campanha de conscientização sobre saúde mental.)

As tendências no marketing digital influenciam a gestão de redes sociais para as empresas?

Algumas tendências do marketing digital para 2019. Uma boa estratégia deverá passar por uma presença “omnichannel”, uma marca que queira ser competitiva tem que concentrar-se em conceitos como o Growth Hacking (termo popularizado por Sean Ellis e que significa “marketing direcionado a experiências”, ou seja, encontrar oportunidades/vazios para o sucesso e criar estratégias específicas para obter resultados rápidos para o crescimento da empresa.); Pay per Click; Search Engine Optimization; Marketing de conteúdo; Marketing em Redes Sociais; Banner Ads, entre outros. Quantos mais “canais” a empresa abranger, melhor posicionada ficará a nível online.
A “pesquisa por voz” começa a ganhar terreno ainda que mais a nível global do que nacional, especialistas da Comscore dizem que em 2020 este tipo de pesquisa pode já representar 50% do total. No entanto é necessário um site rápido e cujo domínio seja em HTTPS e com respostas curtas e diretas à questão para garantir um bom funcionamento.

Redes Sociais para Empresas. -Foto2A otimização na conversão é sempre um fator importantíssimo, existem várias de formas de verificar o impacto que a estratégia de marketing digital tem criado e de como melhorá-la (Landing Pages pertinentes, Testes A/B, Volumes de acesso, etc.).
Outro fator muito importante e que por vezes é subvalorizado é a atenção para o funil de vendas. Este funciona como um funil cuja entrada representa o primeiro contacto entre a marca e um potencial consumidor, e a saída representa o momento em que esse consumidor potencial utiliza/compra efetivamente o Produto ou Serviço. Existem 3 divisórias para este funil, o Tofu (Top of the funnel) que representa um estágio de conscientização e abrange uma audiência geral, mais difícil de converter; o Mofu (Middle of the funnel) que representa o estágio de consideração e abrange uma audiência mais segmentada, onde a pessoa já se encaixa mais com as características do produto ou serviço e pode já ser um Lead (contacto); o Bofu (Bottom of the funnel) que representa o estágio de decisão e onde o público é mais estreito, sendo Marketing Qualified Leads ou Sales Qualified Leads, “prontos para comprar”. Após estes 3 estágios chegamos então ao Pós-Venda, neste estágio, utilizadores prévios do produto ou serviço agem como “evangelhos” da marca ao disseminar informação através da relação formada com a marca e com potenciais clientes pela sua recomendação. Desta forma podemos dizer que cada cliente tem um valor vitalício e, portanto, deve haver uma estratégia de funil de vendas pensada do início ao fim e que seja constantemente avaliada para possível melhoramento. Mais algumas tendências que podem impulsionar o seu negócio em 2019 são a criação de conteúdo relevante e ainda o conteúdo de vídeo.

Redes Sociais para Empresas -Foto2

Falemos um pouco mais sobre a gestão das redes sociais, especialmente para as empresas.

Por vezes os “likes” e as partilhas não significam nada em termos de lucro para certas empresas, por isso deve sempre haver um equilíbrio entre o marketing que é quantitativo e aquele que é qualitativo. Expliquemos esta afirmação com um exemplo: Uma empresa elaborou um “post” e recebeu 10.000 likes e 1000 partilhas. Quantas dessas pessoas realmente conhecem o produto ou serviço dessa marca? Já o consumiram, têm potencial para consumir ou de influenciar pessoas?
Esta é a diferença entre uma métrica “vazia” e interação real, palpável. “Interação é inbox, pessoas que entram em contacto ou comentam e conhecem de facto a marca, que compartilham porque querem disseminar a ideia.” Posto isto, existem números importantes aos quais devemos prestar atenção e que devemos interpretar para tomarmos decisões corretas baseadas em escolhas reais dos consumidores. Para diferentes objetivos e contextos devemos ter em conta métricas diferentes.
Objetivos diferentes que uma marca pode querer atingir com marketing digital e de redes sociais: Mais tráfego para o site, mais vendas no e-commerce, posicionar e dimensionar, mais visualizações num vídeo, gerar relacionamento, criar canal de atendimento, gerar leads, entre outras. Seja qual for o seu, gerir redes sociais não é só produzir loucamente, mas sim falar sobre o conceito, criar uma comunidade que desperte o interesse do usuário.

6 métricas que deve acompanhar na Rede Social Facebook

  • Visão Geral (Resumo das métricas da página)
  • Gostos (Total, por página)
  • Alcance (Reações, alcance total)
  • Publicações
  • Vídeos
  • Pessoas (Informação sobre público-alvo e atingido)

Não há uma fórmula pronta para trabalhar as Redes Sociais, já que cada marca tem a sua história, contexto e meta. No entanto, a publicidade sem uma pegada analítica tem os seus dias contados pelo crescente aumento de competitividade e mudanças nas próprias plataformas pelo que deve haver uma maior preocupação com a mensuração dos resultados. Uma boa empresa de marketing digital deverá conseguir um bom equilíbrio entre o CTR (Click Trough Rate) e o ROI (Return on Investment), o que significa que consegue boas taxas de conversão por cada Oportunidade e Contacto (Lead).

6 dicas para gestão do LinkedIn

  • Boa rede de conexões
  • Foco na atração de conexões (Relevantes, Atualizações Interessantes)
  • Aproveitar potencial de grupos de segmentos (Atualização Informações)
  • Acompanhar possíveis clientes
  • Definir melhor momento para contactar
  • Atentar nas ações do consumidor (Recomendação para áreas específicas)

Conclusão

Toda a informação conseguida sobre o público-alvo e o público atingido serve para ajudar a identificar mais facilmente onde veicular promoções especiais ou hospedar eventos, por exemplo. O público desejado para um anúncio depende da conjugação de 3 fatores: características do público, segmento do público e as características da campanha realizada.

O estudo da melhor aplicação de todos estes conceitos não tem fim à vista, especialmente se continuarem a nascer novas plataformas e formas de atuar. Vamos então concluir esta explicação com algumas noções sobre o conteúdo e a geração de vendas através do marketing digital e das redes sociais.

As empresas, especialmente as PME´s, por terem normalmente standards de marketing relativamente baixos (maior preocupação nas Operações) devem focar-se em produzir conteúdo o mais “real” possível. Podem fazê-lo através da documentação de ações que já realizam em vez da “criação” de conteúdo. “Por exemplo uma empresa de mobiliário começar a publicar vídeos semanais sobre o seu conceito de negócio (dicas, estratégias). A ideia seria trocar, na mentalidade do consumidor, o conceito da marca como “advertiser” para a marca como “publisher””. A utilização dos dados recuperados pode também ajudar ao decidirmos se pretendemos uma estratégia para o mercado global em detrimento do nacional, ou apenas para um público especializado, por exemplo (“Às vezes o impacto dos media tradicionais como a newsletter por correio é difícil ou impossível de medir, tornando-se possivelmente num desperdício”). Relativamente à efetividade da ação, as redes sociais podem gerar resultados ilusórios para o empresário. Gerar tráfego é o primeiro passo, no entanto, a estratégia só funciona de verdade quando existem conversões (Importância do funil de vendas bem pensado).

Importância das Redes Sociais na estratégia de Marketing Digital:

  • Aumento da visibilidade
  • Influência no Processo de Compra
  • Sentimento de pertencimento
  • Construção de bons relacionamentos
  • Potencial de “viral”ização
  • Geração de tráfego

Como criar oportunidades de venda com as Redes Sociais:

  • Domínio do funil de Vendas
  • Foco no relacionamento
  • Exploração do “Remarketing”
  • Ações conscientes de “media” paga
  • Integração entre Marketing e Vendas
  • Estratégia pensada do início ao fim
  • Acompanhamento dos resultados alcançados

Pretende otimizar as suas Redes Sociais?

Fale com a Weboost e veja como o seu negócio pode crescer!

Gestão de Redes Sociais para as Empresas
5 (100%) 1 vote
>